terça-feira, 25 de setembro de 2007

Primeiras impressões, em busca da Parede

Parede de mármore, estratificada.

Parede de tijolo, cimento, vestígios de tinta.
Parede de balões, bem disposta numa sala de 2 metros quadrados, parede planificada

Parede(s), fronteira delineada por cor diferente, pedra, cimento, fungos
Ramificação de parede, opção natural de abertura, pré-disposta para uma determinada função.
Parede delineada por linhas, pintadas com trincha, sem asseio, buraco não definido para o exterior.
Parede de azulejo, padronada. Estratificada, arranjada, cuidada.
Parede azulejo, padronado.
Dupla parede, parede danificada, parede de barro, pedra, janela de vidro, alumínio, rolos e caixas bloqueiam a janela.
Parede de pequenos mosaicos, sequencial, minucioso.
Parede, rebocada, torta.
Parede de vidro, coberta com estore verde, possibilidade de visualização, dupla barreira, papel autocolante queimado.
Parede de prédio construida nos anos 40, janela semi-aberta.
Parede de vidro, espelhada, reflectora, observadora.
Parede de prédio, três tipos de azulejo usado, prédio de três andares. Disfunção visual, poluição.
Pormenor de parede.
Parede de prédio, estendais, muitas toalhas, repetição de padrões.

Parede de expressão artística, contemporânea. Disfuncional, confusa, suja, artística.

Parede de cozinha familiar, madeira, mármore, vidro, azulejo, bens alimentícios.




2 comentários:

Ainat disse...

Porque é que a última parede não tem uma legenda?
*

Joana Vaz disse...

Peço desculpa, foi um erro logístico.
obrigada;)